Artigos

TEMA: “FRATERNIDADE E JUVENTUDE” LEMA: “EIS-ME AQUI, ENVIA-ME!”

Em nossa época, o maior desafio é acompanhar a velocidade das mudanças em todas as esferas da vida humana. Os jovens são as pessoas mais sensíveis e propensas às mudanças e são agentes de renovação da Igreja e da sociedade. A Palavra de Deus e a história da Igreja apresentam vários testemunhos de jovens que assumiram sua vocação de missionários. Deus sempre confiou neles como grandes transformadores da realidade.


ANTIGO TESTAMENTO

No Antigo Testamento, encontramos diversos exemplos de jovens que não hesitaram em viver conforme o princípio: “Eis-me aqui, envia-me!” As limitações pessoais e a complexidade da missão não os inibiram na resposta positiva ao chamado que Deus lhes fez. No Livro do Gênesis, a jovem Rebeca precisou deixar seus pais, família, irmãos para ir com seu esposo Isaac para terras estranhas. É o exemplo de jovem e mulher fiel e  corajosa. José do Egito, irmão mais novo de uma família numerosa, foi vendido pelos irmãos por ciúme e inveja.  Resgatado e educado próximo à família do faraó, mostra discernimento para interpretar a vontade de Deus, que salvará da fome o seu país e a própria família. É o exemplo do jovem capaz de promover a reconciliação com os irmãos e assumir papel social de superar as dificuldades. Samuel coloca-se à disposição do Senhor. É modelo de jovem que assume uma vocação religiosa. Davi é o filho mais novo de Jessé. Foi ungido para ser rei de Israel. Mostrou inteligência, vontade e coragem para enfrentar Golias. Representa o povo fraco e oprimido na construção de um reinado marcado pelo crescimento e pela felicidade de sua nação. Salomão é o jovem rei que solicita de Deus o dom da sabedoria para ter capacidade de discernir, promovendo justiça no governo de seu povo. Sua postura convida nossos jovens a não temerem assumir seus postos no exercício da cidadania e nas funções públicas. O episódio dos sete jovens irmãos do segundo Livro dos Macabeus, narra como eles desobedeceram às ordens de Antíoco Epifânio para serem fiéis à Lei dada ao povo de Deus. Essa passagem mostra a fidelidade e o idealismo dos jovens que não temem desafios e que são capazes de sacrifícios heroicos na defesa daquilo em que acreditam. Ester, jovem bela e atraente, encanta o Rei Assuero que se casa com ela. Ester salva a vida do seu povo, libertando-o da opressão. É o modelo de jovem fiel ao povo e de liderança política. Daniel, que intervém em favor de Suzana inocente, provoca os jovens de hoje a combater a injustiça contra os indefesos. Ezequiel é o profeta que revela que a fidelidade de Deus à aliança é mais forte do que a infidelidade de seu povo. É o modelo do jovem que assume sua vocação profética. Isaías aceitou o convite de Deus para ser profeta em Israel e não hesitou em responder: “Eis-me aqui, envia-me!” 

Continua no próximos mês. Aguarde!